carros que serão lançados com motor flex

Sentra, Focus 2.0, Trazo e City estão entre as novidades.

Sentra, Focus 2.0, Trazo e City estão entre as novidades.

Brasil tem cerca de 8 milhões de veículos bicombustíveis

Para o segundo semestre deste ano são aguardados cerca de 50 lançamentos entre novos modelos e versões. Além dos que já sairão de fábrica com tecnologia flex, há outros que já estão no mercado e passarão a beber álcool e gasolina. Confira o que vem por ai:

Nissan SentraSENTRA FLEX
O motor 2.0 fabricado no México está quase pronto para receber os dois tipos de combustíveis e deve chegar ao país entre setembro e outubro. Com o novo propulsor, o sedã deixará de ser oferecido com transmissão automática, assim como ocorreu com o Honda Fit. A potência do atual motor a gasolina é de 142 cavalos.

FORD FOCUS
Mesmo com uma boa lista de equipamentos de série e um visual arrojado, o novo Focus ainda não vingou. A explicação pode estar no propulsor que este ano, nas versões hatch e sedã 2.0, passarão a beber álcool também. O novo motor será FORD FOCUS -DP,00o mesmo 2 litros de 145 cv que já equipa o utilitário esportivo EcoSport. Provavelmente a picape Ranger, que chega em agosto, também irá trazer o motor bicombustível para acirrar a disputa de mercado com a Chevrolet S10, que já é flex.
EFFA LIFAN
Prometido para o primeiro semestre do ano, o hatch Lifan chega com atraso por causa do motor flexível. As versões 1.3 e 1.6 já começarão a ser vendidas com propulsores bicombustíveis e os preços devem ficar entre R$ 35 mil e R$ 55 mil. Os modelos equipados com motor a gasolina de 1.3 litros geram 85 cavalos, enquanto os 1.6 l desenvolvem 104 cv.

0,,21266388-DP,00
Prometido para o primeiro semestre do ano, o hatch Lifan chega com atraso por causa do motor flexível. As versões 1.3 e 1.6 já começarão a ser vendidas com propulsores bicombustíveis e os preços devem ficar entre R$ 35 mil e R$ 55 mil. Os modelos equipados com motor a gasolina de 1.3 litros geram 85 cavalos, enquanto os 1.6 l desenvolvem 104 cv.

DODGE TRAZO
Fabricado pela Nissan no México, o Trazo (versão sedã do hatch Tiida) será o primeiro modelo a beber álcool e gasolina da Dodge à venda no país. O motor será o mesmo que estreou no Tiida e no Livina este ano: 1.8 16V de 126 cavalos (com álcool) e 17,5 kgfm de torque. Com o mesmo entre-eixos do hatch (2,6 m) a versão sedã tem porta-malas com capacidade para 400 litros.

HONDA CITY
O Fit também chega este ano em versão sedã. Trata-se do City que é feito na plataforma do monovolume e trará o mesmo conjunto mecânico, inclusive o motor 1.5 flex de até 116 cv. O novo sedã médio tem 2,55 metros de entre-eixos, 4,39 m de comprimento e a capacidade do porta-malas é de 500 litros. O preço deve ficar entre R$ 59.900 e R$ 64 mil (com câmbio automático).

HONDA CITY FMM,00

VOLKSWAGEN FOX E SAVEIRO
Em setembro o novo Fox começa a ser produzido e chega até o começo de outubro com novo visual e mais equipamentos de série, mas trará sob o capô os mesmo motores bicombustíveis 1.0 de 76 cv e 1.6 de 103 cv. Até o final do ano quem aparece também é a nova geração da picape Saveiro que será baseada no novo Gol, mas deverá vir apenas com o propulsor 1.6 flex.

FIAT SIENA, PALIO E IDEA
O sedã Siena HLX e a versão Adventure Locker do hatch Palio e do monovolume Idea serão os próximos modelos a receber o câmbio automatizado Dualogic. O motor continuará o mesmo nos três modelos:1.8 flex de 114 cavalos (com álcool). Os lançamentos começam a chegar este mês.

GM VIVA
O Agile será o primeiro modelo da família Viva (inspirada no conceito GPiX) a estrear no Brasil. O hatch que quer disputar mercado com o VW Fox deverá ser equipado com motores 1.0 e 1.4 flex. A nova linha de carros da GM no Brasil inclui também um utilitário esportivo, uma picape pequena e um sedã.

Em 2010, novo Focus Ford 1.6,Toyota Corolla 2.0, picape Hilux e o Hyundai Tucson (caso seja fabricado no Brasil) deverão começar a rodar com álcool e gasolina.

Fonte g1

loading...

Escreva aqui !