Fiat Stilo Blackmotion

Lançado no Brasil em 2002, como modelo 2003, o Fiat Stilo completa sete anos sem grandes modificações estéticas e com sucessor definido: o Bravo (já lançado na Europa). Apesar do desgaste natural da imagem, principalmente frente aos novos Ford Focus, Citroën C4 e Hyundai i30, o hatch médio da Fiat continua valente entre os mais vendidos do segmento e ganhou novo fôlego com o recente lançamento da versão Blackmotion. O G1 andou na versão topo de linha do modelo (a partir de R$ 65,9 mil), que tem como maior diferencial o visual esportivo em tons escuros.

stiloLançado no Brasil em 2002, como modelo 2003, o Fiat Stilo completa sete anos sem grandes modificações estéticas e com sucessor definido: o Bravo (já lançado na Europa). Apesar do desgaste natural da imagem, principalmente frente aos novos Ford Focus, Citroën C4 e Hyundai i30, o hatch médio da Fiat continua valente entre os mais vendidos do segmento e ganhou novo fôlego com o recente lançamento da versão Blackmotion. O G1 andou na versão topo de linha do modelo (a partir de R$ 65,9 mil), que tem como maior diferencial o visual esportivo em tons escuros.

O Stilo Blackmotion está disponível nas cores Preto Vulcano (sólida) e Preto Vesúvio (metálica) e tem como itens exclusivos os detalhes dos frisos da grade, das portas e da tampa traseira na cor cinza Dark Shadow (mesma cor das rodas de liga leve de 17 polegadas) e os vidros escurecidos Vênus 35. Para reforçar o visual esportivo, o teto-solar Sky Window é equipamento de série. Os principais concorrentes, além dos três citados acima, são: Volkswagen Golf, Chevrolet Vectra GT, Peugeot 307 e Nissan Tiida.

Apesar de não ter o funcionamento suave de um modelo automático, o câmbio automatizado (é um sistema convencional com embreagem acionada eletricamente por um robô) cumpre bem o papel ao dar descanso para o pé esquerdo o motorista, muito útil em congestionamentos. Nas trocas automáticas, porém, os trancos são um inconveniente, mas que podem ser amenizados apertando a tecla “S” ao lado da alavanca. Com isso, as trocas se tornam mais rápidas e diminuem o incômodo. A suspensão, como é de praxe na Fiat, prioriza o conforto sendo demasiadamente macia, fazendo com que o carro incline demais nas curvas em uma condução mais esportiva.

A Fiat acertou ao lançar essa nova versão do hatch médio, mas errou feio ao aprovar a campanha publicitária de lançamento. Nela, uma mulher acompanhada deixa o carro conversível do namorado e entra no Stilo Blackmotion, que parou ao lado para esperar o semáforo abrir. Depois de se acomodar no hatch da Fiat, ela abre o vidro, ri da cara do ex e vai embora. O slogan define: “Novo Stilo Blackmotion; um carro para poucos e maus”. Um tremendo mau gosto, tratar a mulher de forma tão vulgar e machista. Essa boa versão do Stilo merecia uma campanha melhor, bem melhor.

loading...

Escreva aqui !