Montana 2011 – Fotos,vídeos e preços

Nova Montana chega a partir de R$ 31.800

Nova Montana chega a partir de R$ 31.800

Confira detalhes da nova geração da picape da GM derivada do Agile

Após sete anos, a Montana deixa de ser produzida sobre a plataforma do Corsa e passa a utilizar a base doAgile. Com isso, a frente ganhou ar mais robusto. A dianteira de Agile, bem mais alta que a do Corsa, deu um ar mais imponente à picape. Mesmo de frente, há diferenças entre a nova Montana e o Agile. Na picape, o para-choque foi redesenhado, e agora tem linhas mais sinuosas.

O modelo chega apenas com cabine simples, e duas versões de acabamento. Os preços ainda são extraoficiais, mas a LS deve custar a partir de R$ 31.800, enquanto a Sport sai por R$ 44.900, e já vem completa. A caçamba é anunciada pela Chevrolet como a maior da categoria: são 1.180 litros, desde que sem o protetor de caçamba (que é de série). Com ele no lugar, a capacidade baixa para 1.100 litros, e aí a líder passa a ser a Peugeot Hoggar (1.151 l). Como se vê, há praticamente um empate técnico.

Em capacidade de carga, a vantagem volta para o modelo feito em São Caetano do Sul. Ela leva 758 kg (730 naMontana antiga), contra 742 kg da Hoggar, 715 kg da Saveiro e 705 kg da Strada. O modelo tem dez apoios para gancho, facilitando a amarração de carga. Tem, também, luz de caçamba, como a Courier e a novaSaveiro.

Montana mantém a receita original do step side (foi pioneira com isso), mas agora ele está maior. A caçamba também é abaulada, inspiração das picapes americanas de dupla rodagem na traseira (heavy duty).

Por dentro, as mesmas características encontradas no Agile na cabine estendida da nova picape da marca norte-americana

Pela falta da cabine estendida, o espaço atrás dos bancos é acanhado. Mas a Chevrolet divulga capacidade de 164 litros. Cabem mochilas, e há porta-objetos nas duas laterais, além de rede para pequenos objetos (de série na Sport).

O painel é o mesmo do Agile, e a posição ao volante é alta (como no hatch). Em altas velocidades, a frente tende a balançar um pouco, especialmente nas frenagens, com caçamba vazia. O motor é o 1.4 Econo.Flex, de 102 cv (etanol).

Montana é o primeiro veículo do projeto Viva feito no Brasil, já que o primogênito Agile é feito na Argentina. Acompanhe na Autoesporte o teste completo do modelo, e também as novidades nas concorrentes. Caso da Strada Adventure, que acaba de ganhar motor 1.8 16V E.torQ, de 132 cv.

Via Autoesporte


loading...

Escreva aqui !

2 Comentários