Novo EcoSport x Renault Duster

Autoesporte coloca cara a cara o Novo EcoSport x Renault Duster

Novo EcoSport x Renault Duster  Novo EcoSport x Renault Duster

Ford não fez questão nenhuma de esconder que a nova geração do EcoSport estava chegando. Desde o dia 4 de janeiro, quando o modelo foi apresentado em forma de protótipo, a marca não parou de fazer ações de marketing para promover o carro. Até uma pré-venda foi realizada em julho, com a oferta de 2.500 unidades. Quem comprasse uma delas garantiria o preço de R$ 53.490 para a versão 1.6 S e de R$ 59.990 para a 1.6 FreeStyle, independentemente da volta do IPI (a SE de R$ 56.490 não foi oferecida). As entregas ocorrerão em setembro, quando o novo Eco enfim chega às lojas.

Com tanta prévia feita pela Ford, inclusive com a divulgação dos preços e conteúdos das versões (haverá ainda as 2.0 FreeStyle de R$ 62.490 e a Titanium de R$ 71.490), restava saber como o EcoSport se comportaria. A segunda geração do jipinho passa a ser global, desenvolvida sobre a plataforma do New Fiesta e com a missão de ser vendida em mais de 100 países. Era de se esperar que a qualidade de construção, a dirigibilidade e os itens de segurança e comodidade atingissem um novo padrão. Para tirar a prova, escalamos a versão 1.6 FreeStyle (que segundo a marca será a mais vendida) para uma viagem-teste ao lado do Renault Duster Dynamique 1.6, que custa R$ 54.030.

Novo EcoSport x Renault Duster  Novo EcoSport x Renault Duster

A diferença de preços se explica pelo conteúdo. O Eco FreeStyle traz de série itens impensáveis para o Dustere seu projeto de baixo custo, como controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas e sistema de entretenimento Sync (recurso desenvolvido em parceria com a Microsoft que engloba Bluetooth, entrada USB/auxiliar e comandos por voz). Como opcional, o Ford ainda pode receber mais quatro airbags (os laterais e de cortina) e o revestimento de couro nos bancos – esse também oferecido ao Renault. Ambos vêm de série com ar-condicionado, direção assistida, trio elétrico, rodas de liga aro 16, CD player, duplo airbag e freios ABS.

Uma boa notícia para quem se interessou pelo Eco é que a Ford promoveu uma redução de 7,5% no preço das revisões até 60 mil km. E ainda garante que possui a cesta de peças mais barata da categoria. Por fim, a marca fez um plano de seguro em parceria com a Mapfre, que cobra em média 3,6% do valor do carro. Com isso, a apólice da versão FreeStyle sai por R$ 2.141, enquanto a do Duster Dynamique fica em R$ 2.214. A Ford não fala em previsão de vendas, mas é claro que a meta é voltar à liderança do segmento, perdida em alguns meses para o Renault.

EcoSport x Renault Duster  Novo EcoSport x Renault Duster

Linhas de New Fiesta e ótima posição de dirigir no Ford. Acabamento está mais apurado, mas o painel perdeu a cobertura emborrachada do hatch do qual o Eco deriva

interior do Duster  Novo EcoSport x Renault Duster

O interior do Duster remete ao Sandero, com plásticos de aparência mais simples e falhas de ergonomia. Bancos são rasos e volante só ajusta em altura

Tamanho é documento?

Segundo pesquisas da Ford, o cliente do Eco estava satisfeito com o porte do carro. Por isso, o comprimento foi mantido em 4,24 m. O que mudou foram as proporções. A frente ficou menor, enquanto a coluna dianteira avançou e está mais inclinada. Ao mesmo tempo, o entreeixos foi ampliado em 3 cm e a largura em 3,1 cm. Quem compra carro por metro quadrado, entretanto, ainda vai ficar com o Duster. O SUV da Renault é claramente mais comprido (7 cm) e largo (6 cm), não negando seu parentesco com a dupla Logan/Sandero – modelos considerados grandes para suas respectivas categorias.

O efeito é que o espaço do Eco está maior, notadamente para os joelhos e cabeça de quem viaja atrás, além do banco ser mais aconchegante que antes. Mas o Duster tem a cabine mais larga, o que facilita o transporte do quinto passageiro (no Ford a coisa aperta). É no porta-malas, porém, que reside a maior diferença: enquanto o Renault tem 475 litros de capacidade (suficiente para as viagens em família), o Eco fica nos 362 litros. O compartimento do Ford cresceu, mas perdeu os práticos porta-objetos que havia nas laterais e na tampa traseira. Pelo menos a tampa ficou mais leve de abrir, ainda que tenha mantido o estepe externo e a abertura lateral – a maçaneta agora é embutida na lanterna esquerda.

cabine eco e duster  Novo EcoSport x Renault Duster

Cabine do Eco ganhou espaço no banco traseiro com o aumento no entreeixos, mas o Duster tem maior largura interna. Falta, porém, o cinto de três pontos central no Renault

Mais refinado

Maior, porém, nem sempre significa melhor. E basta entrar no EcoSport para notar que visual e acabamento estão um nível acima do Duster. O painel repete praticamente as linhas do New Fiesta, com a novidade de que agora a iluminação é azulada. O sistema de som tem disposição de botões que lembra um teclado de celular, e há comandos do radio no volante. Pena que o painel tenha trocado a parte superior emborrachada do New Fiesta por um plástico rígido no Eco. O porta-objetos sob o assento do passageiro deu lugar a uma gaveta debaixo do banco (com capacidade menor) e o porta-luvas ganhou refrigeração, mas fica devendo uma simples luzinha.

A posição de dirigir continua elevada, ganhando pontos com o ajuste de altura e profundidade do volante (antes só altura) e o banco mais envolvente. Em termos de ergonomia, a única crítica vai para a posição avançada dos comandos dos vidros elétricos. No começo, é fácil abrir o vidro de trás quando se quer abrir o da frente. Já oDuster deixa a desejar por dentro. Do painel monótono aos plásticos de aparência simples, o Renault não esconde a economia de custos. Ao liberar a trava para ajustar a altura da direção, o volante simplesmente despenca. Os bancos rasos deixam o corpo escorregar. Para piorar, os comandos da ventilação ficam voltados para baixo, e exigem que o motorista desvie a atenção do trânsito.

Quadro de instrumentos   Novo EcoSport x Renault Duster

Na cidade

Antes de cair na estrada, um giro urbano revela as características de cada um. O Eco continua um bom “papa-buracos”, mas está claramente mais “carro”. A suspensão ganhou firmeza e a direção elétrica oferece leveza e rapidez na medida para desviar do trânsito. Em resumo, dirigir o Eco novo é quase como dirigir um New Fiesta, só que mais alto. Até o desempenho ficou bem próximo ao do hatch. O motor 1.6 16V Sigma (115 cv e 15,9 kgfm com etanol) continua a responder bem mesmo levando um carro mais pesado – o Eco acusa 1.243 kg na balança contra 1.145 kg do New Fiesta. Um sinal claro do que estou falando é que a aceleração de 0 a 100 km/h consumiu apenas 0,2 s a mais que o hatch, com bons 11,5 s em nossos testes. E o consumo urbano também se manteve próximo ao do hatch, com 8,2 km/l.

No Duster, a direção hidráulica tem movimentos mais lentos e pesados, enquanto a suspensão privilegia o conforto. Mas o desempenho fica bem atrás do rival. A aceleração de 0 a 100 km/h, por exemplo, consome 13,3 s e a velocidade máxima não passa dos 163 km/h – a do Eco é limitada em 180 km/h eletronicamente. Fora isso, oDuster é beberrão: 6,4 km/l de etanol em ambiente urbano.

Na estrada

E enfim adentramos a rodovia. No limite de 120 km/h, o Duster vai fazendo mais barulho que o Eco. O motor 1.6 16V trabalha estrangulado pelo câmbio curto, o que resulta em quase 4.000 giros para manter essa velocidade – sem falar no consumo novamente exagerado, que não passou de 8,1 km/l na estrada, contra 10,6 km/l do Eco. O Renault também apresenta menos material fonoabsorvente, permitindo a entrada de ruídos de vento e dos pneus. Já na estrada de mão dupla, foi a vez de o Ford abrir vantagem nas ultrapassagens, que requeriam mais atenção com o Duster. É que, além de mais pesado (1.258 kg), o Renault tem arrasto aerodinâmico maior e um pouco menos de torque – 15,5 kgfm – embora a potência fique nos mesmos 115 cv do concorrente.

Chega a subida da serra para Campos do Jordão (SP) e novamente as diferenças de projeto vêm à tona. ODuster segue a velha escola de utilitários, com acerto mais macio e curso mais longo de suspensão. A contra-partida é que a carroceria rola mais nas curvas e desvios de direção, embora as bitolas largas garantam estabilidade satisfatória ao SUV derivado do Sandero. Já o EcoSport entra mais firme nos cotovelos, freia com maior precisão e tem câmbio com engates mais justinho.

O maior ânimo do Ford no asfalto se manteve quando pegamos a saída de terra rumo ao Pico Agudo, em Santo Antônio do Pinhal, local de decolagem de asa delta e para-gliders. A subida exigente foi superada pelo Eco o tempo todo em segunda marcha, enquanto o Duster pediu primeira em algumas situações. Aqui, porém, a suspensão mais complacente do Renault absorveu melhor as pedras e erosões do caminho, ao passo que o Ford transmitia os impactos com maior intensidade para a cabine.

Já era quase noite quando finalmente chegamos a Campos do Jordão. Antes do retorno a São Paulo, aquele bate-papo entre os envolvidos na viagem não deixa dúvidas quanto ao vencedor do comparativo: o novo EcoSport não só representa um enorme salto evolutivo em relação ao anterior como também redefine os padrões da categoria.

EcoSport  Novo EcoSport x Renault Duster


Ford EcoSport Freestyle 1.6
Renault Duster Dynamique 1.6
Preço inicialR$ 59.990R$ 54.030
MotorDianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, comando duplo, flexDianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, comando duplo, flex
Cilindrada1.596 cm³1.598 cm³
Potência110/115 cv a 6.500 rpm110/115 cv a 5.750 rpm
Torque15,7/15,9 kgfm a 4.750 rpm15,1/15,5 kgfm a 3.750 rpm
TransmissãoManual de cinco marchasManual de cinco marchas
SuspensãoNa dianteira, independente, McPherson/
na traseira, eixo de torção
Na dianteira, independente, McPherson/
na traseira, eixo de torção
Dimensões4,239 m (comprimento);
1,765 m (largura); 1,672 m (altura);
2,520 m (entre-eixos)
4,315 m (comprimento);
1,822 m (largura); 1,690 m (altura);
2,673 m (entre-eixos)
Números de teste
Aceleração 0 a 100 km/h11,5 segundos13,3 segundos
Aceleração 0-400 m17,9 segundos18,7 segundos
Aceleração 0-1.000 m33,0 s (a 157,3 km/h)35,0 s (a 145,6 km/h)
Retomada 40-80 km/h7,4 s a 124,2 m8,5 s a 139,3 m
Retomada 60-100 km/h11,0 s a 245,8 m12,3 s a 274,3 m
Retomada 80-120 km/h17,7 s a 498,1 m18,8 s a 524,4 m
Frenagem 100 km/h39,7 metros43,4 metros
Frenagem 80 km/h24,8 metros27,2 metros
Frengem 60 km/h13,6 metros14,2 metros
Consumo urbano8,2 km/l6,4 km/l
Consumo rodoviário10,6 km/l8,1 km/l
Consumo médio9,2 km/l7,2 km/l

Autoesporte

loading...

Escreva aqui !

24 Comentários

  • Renault duster ganha em disparada.
    Fiz teste drive nos dois. O espaço interno da duster é muito melhor e a pegada do motor. Você olha parava duster e ela tem cara de pick up mesmo..
    O novo EcoSport tem cara de um Spin Chevrolet disfarçado.

    Vou comprar uma duster.
    Sobre depreciação: Investimento é ações, terrenos e casas. Quem compra carro pensando em depreciação, é pobre ao quadrado. Carro foi feito para usar e não para investimentos .. Aqui é outro nivel.

  • Tenho um Focus que já está na hora de trocar, estou numa dúvida danada entre o Eco e suster, está reportagem não ajudou nada! Continuo com dúvidas!

  • Eu já tive os dois e posso afirmar, ambos são otimos.Por tanto se voce quer um carro com cara de bonzinho compre um Eco mas, se prefere um com cara de malvado vá de Duster. No dia a dia os dois valem o que custam.

  • ESTOU QUASE COMPRADO UMA DUSTER TECH ROAD 1.6 VI A ECO E NAO ME AGRADOU COM AQUELE ESPAÇO INTERNO E PORTA MALA PEQUENO A DUSTER ME CHAMOU MAIS ATENÇÃO MAIOR MAIS ALTO MAIS ESPAÇOSA FORD ECOSPORT MUITO INVESTIMENTO PRA POUCO COISA NADA DE CONFORTO SE É PRA COMPRAR ECO COMPRO NEW FIESTA APERTADO IGUAL E MAIS BARATO E VEM AS MESMAS COISAS QUE A ECO

  • Quem compra carro renault, não sabe nada de carro. Vocês que compraram esse bruxo do Dustle, vão chorar na hora da venda. Esse indiano disfarçado de francês é, segundo a quatro rodas, o carro que mais deprecia. E mais, perde para a nova eco, em tudo. Aliás, os comentários a favor da Duster demonstra, de forma clara, o arrependimento e as justificativas inverídicas de seus frustrados proprietários.

    • Por acaso vc já teve um Renault? Duvido. Comprei um Duster Tech Road a pouco tempo, já é meu 3º Renault seguido. Todos ótimos. Palavras de quem já teve dois Mercedes. São carros bons, confortáveis. Esta matéria tem cara de ser paga pela Ford. Testei os dois, fiz test-drive, o Duster foi melhor. Não que o Eco seja ruim, mas o Duster é melhor.

    • Reportagem tendenciosa, Duster é o carro pra macho!!!, e não esse eco com cara de brinquedinho futurista…

  • Por que o povão insiste em tratar os dois carros no gênero feminino?? A Duster e A EcoSport?? São pick-up? minivam? NÃO! São UTILITÁRIOS ESPORTIVOS, assim, masculinos.

    • E que diferença isso faz, meu amigo? Vai mudar os carros? Pára com isso! Pense em coisa mais relevante, por exemplo, o preço absurdo que pagamos por eles aqui no Brasil.

  • Estava comprando uma daster tope.e fiquei sabendo que vai mudar este ano ..isso e verdade ,acho um absurdo.nao estão falando nada ,e vc vai faz um investimento.depois seu carro muda …esta Brasil.

  • Essa matéria é uma super propaganda do Ecosport, fiquei mto frustrada…pois gostaria de ver uma reportagem séria de comparação entre dois carros…enfim, apesar de o EcoSport ser um lançamento o Duster não deixa absolutamente nada a desejar…mto bom!

    • O Adversário certo para o Eco-sport deveria ser o sandero StepWay, já que o eco vem do fiesta.. mesmo tamanho e mesma categoria, Duster está acima da Ecosport…

  • Infeliz a comparação que o repórte fez entre Eco e Fiesta..esta reportagem não trata apenas de Eco e Duster?? Que fizesse entre Duster e Sandero então….issso tem cheiro de repotragem paga para puxar a “sardinha” para a Eco, que aliás, não tem porta-malas, mas sim DOIS porta-luvas, um na frente outro atrás

    E mais caro repórter, não concordo com sua afirmação quanto ao espaço para o motorista na Eco…ela não serve para pessoas com mais de 1,73mts de altura! Já na Duster sobrou..

    Finalizando: Os números de vendas até março/2013 dizem por sí só: A nova Eco tem se mostrado um fiasco

    Aí você e alguns aí em cima podem perguntar ironicamente: aaaaah, você comprou uma Duster né??

    Ela é muito mais bonita, estilosa, espaçosa e sem aquele estepe de jipe pra fora que convida a bandidagem a roubar, nem vou falar do espaço no porta-malas, esse sim atende eu e minha família..na Eco caberia umas duas ou três malinhas meia-boca no máximo…sem falar que em termos de design a Eco é totalmente feminina ao passo que a Duster agrada a todos os sexos, aliás vejo muitas mulheres dentro e uma Duster e todas com aquela cara de satisfeitas, à toa não é, baita carrão estiloso.

    Então eu devolvo a pergunta: Vou comprar uma Eco porque então?

    Quer mais? Faça uma pesquisa de satisfação entre os proprietários de ambas…te garanto que achará uma quantidade bem maior de satisfeitos com a marca francesa.

  • TENHO UMA DUSTER 2.0 4X4 É SHOW, VOU COMPRAR DEPOIS UMA PRA MINHA ESPOSA, NA VERDADE NAO GOSTEI DO DESIGN DO ECO AQUELE DETALHE FRONTAL PARECE COM UMA “BOCONA ABERTA” MUITO FEIO MESMO, ALEM DISSO ACHO BREGA PNEU PENDURADO ATRÁS DO CARRO.

  • Tenho um Duster 4×4. Carro excelente. Comparei com o eco Titaniun, e são carros muito diferentes. Quem quer um carro bonitinho, vai de eco. Mas um bom carro para rodovia e estradas de terra é Duster, mas o 4×4. O consumo é bom, 8 km/l na cidade e 12 em rodovia.

  • Estava com muita dúvida em comprar uma Eco ( teria que esperar ) ou Duster em julho desse ano.Por fim optei pelo Duster. Estou muito satisfeito com o Duster Dinamique 1.6. Ainda mais que tive oportunidade de dirigir a Nova Eco do meu Tio, também 1.6. Na mídia a Eco parecia mais robusta,maior. O Duster é muito mais imponente, alto, com jeito real de SUV. Internamente é a Eco é bonita, moderna – mas os detalhes Black piano e cromados no painel do Duster o deixa mais refinado. A dirigibilidade do Duster é muito mais confortável. Por fim ainda bem que tomei a decisão certa, não gostei na nova Eco, não é uma SUV.

  • É um absurdo.. as revendas estão colocando ágio no eco sport, não estao REPEITANDO O IPI, É BOM QUE ACABE LOGO ESSE IPI .. QUANDO O NEGOCIO FICAR RUIM VÃO CHORAR NOS PÉS DO GOVERNO PEDINDO A A RETIRADA DO IPI….PURA GANÂNCIA.. ABSURDO, EITA BRAZIL DIFÍCIL DE MUDAR

  • PARABENS FORD PELO LANÇAMENTO, É UM ABSURDO AS CONCESSIONARIA DE CURITIBA ESTAREM COBRANDO AGIO DE 3000MIL REAIS ACIMA DA TABELA…ISTO É UM ABUSO…É UM ABSURDOOOOOOOOOOO…..SÓ ACONTECE NO BRASIL..

  • Tenho uma Traker e estava em dúvida entre qual dos dois carros comprar, para substituir o meu atual (que eu adoro)…. mas agora já sei: vou de Eco!

  • O Eco é mais tudo inclusivo menor é uma pena, Tive uma Eco e sinceramente, não compraria esta nova. Mas jamais compraria um Renaut.
    ainda mais A Duster com esses numeros apresentados

  • O novo ecosport é uma minivan disfarçada de jipinho ( com aquela ridicula estepe pendurado na traseira).
    O Duster tem porte e traços de utilitário, anda muito em qualquer terreno, é mais alto em relação ao solo, e mais robusto, maior espaco interno, maior porta malas, ….
    No novo eco mal cabem 4pessoas, no porta malas nem se comenta.
    Duster vai continuar na liderança sem duvidas.

    • A Duster tem mais cara de CR-V, tem frente mais invocada, mas CRAMBA!!! a 5a. marcha é muito curta, 3.900 giros a 120Km/h… porque a Renault não põe cambio de 6 marcha na 1.6L?? Qual a dificuldade?