Novo Kia Sportage 2.0 MT 2011

Novo Kia Sportage 2.0 MT 2011

Novo Kia Sportage 2.0 MT 2011

Na busca constante pelo mercado de automóveis no Brasil, os coreanos estão se superando e competindo igualmente com marcas já tradicionais neste segmento. Hyundai e Kia surpreendem pela ousadia que está dando certo, tanto em mecânica quanto no design. Depois do ix35, da Hyundai (que é vendido por a partir de R$ 88 mil), chegu a vez da Kia arrancar olhares admirados de quem procura um pequeno SUV. O Sportage ainda não está nas concessionárias (embora seja possível encomendá-lo), mas o Vrum já avaliou o modelo, na estrada e no trânsito urbano.

A versão avaliada foi a de entrada, com câmbio manual de cinco velocidades e tração 4×2, denominada pela Kia de P.324, que é vendida por R$ 83,9 mil, com câmbio automátio vai aos R$ 87,9 mil. A mais completa chega aos R$ 105,9 mil, com tração 4×4 e câmbio automático de seis velocidades.

Vida a bordo
Conforto digno de um SUV de grandes proporções aos ocupantes. O motorista dirige com folga grandes distâncias sem se cançar, graças aos fáceis controles manuais de regulagem do banco. Ficaria ainda melhor se esta versão já contasse com regulagem de altura do banco e de profundidade da coluna de direção, que é rugulável apenas verticalmente. A mordomia é completada com entrada auxiliar e USB para o sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters, que também lê arquivos no formato mp3.

A direção, com assistência hidráulica, é suave, porém direta, ideal para a cidade, mas na estrada é mais leve do que precisava. Saímos da Grande São Paulo pela Rodovia Fernão Dias tendo Belo Horizonte como destino. Até chegar na capital mineira, foram 602 quilômetros de estrada duplicada. Nas curvas, percebemos que a boa suspensão, que absorve impecavelmente as irregularidades do asfalto na cidade, privilegiando o conforto dos ocupantes, acaba deixando o Sportage instável, especialmente na versão testada, sem o controle de estabilidade, fazendo com que o motorista tenha mais cuidado nas curvas mais fechadas. A carroceria também inclina muito nas curvas, ao contrário do Sorento, o SUV médio da Kia, que apesar de maior, se comporta melhor nas curvas do que o Sportage. Tal experiência faz pensar que o sistema de controle de estabilidade seria muito bem vindo também na versão mais barata.

Motorização
O propulsor 2.0 16V rende bons 166 cv, é o mesmo do Hyundai ix35, e com caixa maual, proporciona segurança em ultrapassagens na estrada, com retomadas rápidas de velocidade. O consumo rodoviário de 10,5 km por litro de gasolina, é considerado razoável para um SUV de 1.980 kg.

Segurança
A versão de entrada do Sportage vem de série com freios a disco nas quatro rodas com ABS e airbag duplo frontal. O quinto passageiro, que vai no centro do banco traseiro, apesar de ter apoio de cabeça, viaja protegido apenas por um cinto abdominal.

Com 4,4 metros de comprimento, o novo Sportage ficou mais elegante e desperta atenção por onde passa graças ao trabalho do designer alemão Peter Schreyer, que anteriormente trabalhava para a Audi. A curiosidade alheia também se deve ao fato do modelo ainda ser um desconhecido de nossas ruas.

O formato do farol e a borda cromada da grade do radiador já são marcas registradas de modelos Kia e a marca soube aproveitar muito bem essas características no novo Sportage.

Fonte Vrum

loading...

Escreva aqui !