Tire suas dúvidas sobre rodas e pneus

Saiba como deve ser feito o ajuste de inclinação das rodas.

Saiba como deve ser feito o ajuste de inclinação das rodas.

Especialista também ensina a melhor maneira de apertar os parafusos.

Os internautas têm enviado ao G1 diversas dúvidas sobre rodas e pneus. Para saná-las, elaboramos um resumo com as principais inquietações a respeito. Confira:

Cambagem:
Esse termo costuma despertar receio quando proposto pela oficina. No entanto, se trata apenas do ajuste que determina o ângulo de inclinação das rodas do veículo em relação a um plano vertical. Imagine o carro visto de frente. A cambagem ajusta a inclinação para fora e para dentro. O controle dessa inclinação é importante, pois influencia as características de rolamento das rodas.

Em boas reparadoras, o mecânico instala sensores eletrônicos nas rodas que farão uma leitura precisa da inclinação. Os dados são encaminhados a um computador que indicará a necessidade de algum reparo. Para o ajuste é preciso apertar ou afrouxar um jogo de parafusos que ficam no braço da suspensão ou diretamente no eixo, conforme o modelo de construção do veículo. Para não ter dúvidas quanto à necessidade desse serviço, um dos sintomas de cambagem fora das especificações é o desgaste irregular de pneus. Para evitar esse problema, o mais recomendado é fazer inspeções a cada 10 mil km, ocasião em que se aproveita para fazer o rodízio de pneus.

Balanceamento
Uma dúvida que intriga muita gente é que tipo de aparelho usar: aqueles que fazem o balanceamento das rodas no carro ou na bancada? Pois saiba que o correto seria uma mistura dos dois tipos, sendo um complementar ao outro. As máquinas fixas em bancadas exigem a retirada da roda para o balanceamento estático, que tem por objetivo fazer com que cada circunferência da roda tenha o mesmo peso. Já nos equipamentos portáteis as rodas permanecem no veículo e esse tipo de balanceamento é o do tipo dinâmico, que procura deixar os pontos internos e externos de uma roda com o mesmo peso. Já que a opção deve ser por um único modelo, a maior parte das oficinas especializadas conta com o modelo estático, em que as rodas são retiradas do carro.

Parafusos das rodas
Outra dúvida que deixa muita gente confusa é a melhor maneira de apertar os parafusos das rodas. Para que uma roda fique firme todo motorista deve ter em mente duas dicas importantes. Na hora de apertar os parafusos é imprescindível não aperta-los até o final assim que são imediatamente colocados. O correto é rosquear um a um até onde for possível com a mão ou apenas utilizando a chave de rodas para guiar o aperto, mas sem fazer esforço. Depois, a segunda dica é se ligar na ordem correta de aperto. É isso mesmo, existe uma ordem a seguir para apertar os parafusos, ela varia conforme o tipo de roda. O mais comum, a roda de quatro parafusos, o aperto se faz em cruz, começando em cima.

 Durabilidade do pneu
Quando falamos de tempo de uso de um pneu, é bom saber que existe um limite de segurança. De acordo com a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o limite estabelecido é de 1,6 mm de profundidade dos sulcos dos pneus, ou seja, do desenho na banda de rodagem. Abaixo dessa medida o pneu compromete a segurança do carro e se parado em uma inspeção policial o automóvel poderá ser apreendido.

Pressão certa
Para manter os pneus em dia, sem o risco de desgaste prematuro o segredo é manter a pressão correta. Isso se faz com inspeções periódicas, de pelo ao menos a cada 15 dias. O ideal é calibrar os pneus quando ainda frios, ou seja, quando o veículo no máximo 3 quilômetros. A pressão dos pneus é estabelecida por um padrão internacional e cada região possui uma organização que controla e regulamenta esses dados. Na América Latina essa entidade chama-se Alapa (Associação Latino-Americana de Pneus e Aros).

A fábrica de automóveis reúne sua equipe de testes para determinar os pesos mínimos e máximos que cada roda deve suportar e também o tipo de pneu que seria o mais adequado para aquela versão do carro. Com todas essas informações, os engenheiros e técnicos da montadora consultam uma tabela divulgada pela Alapa e ali chegam ao modelo de pneu e roda e sua calibragem ideal. Esses números devem ser fornecidos no manual do proprietário.


loading...

Escreva aqui !