Aprenda a organizar bolsas e sapatos em espaços pequenos

No projeto de Gustavo Calazans, o armário foi substituído por uma arara. Na parte de cima, as caixas servem para guardar bolsas, chapéus e sapatos de uso menos constante

organizar bolsas e sapatos

Morar em quitinete, flat, loft ou qualquer imóvel pequeno requer disciplina e muita organização. Isso porque todo espacinho conta na hora de deixar o ambiente mais aconchegante. A regra de ouro para locais diminutos é: menos é mais. Ou seja, menos móveis, menos tralha, menos tudo. Além disso, o ideal é que os móveis tenham mais de uma função ou possam ser guardados. Por exemplo, um baú que vira pufe ou um pufe que pode ser colocado embaixo da cama.

Tendo isso em mente, o mais provável é que o lugar para guardar as bolsas e os sapatos seja improvisado, especialmente se o morador tem muitas peças. O mais recomendado é colocar tudo no guarda-roupa, em prateleiras reservadas para isso. “Toda vez que vou organizar closets, a parte mais complicada é guardar os sapatos e as bolsas”, diz Cristiane Amatuzzi Rebello, personal organizer da Benfatto, de Curitiba. “Normalmente para os sapatos usamos a parte debaixo do armário e nas prateleiras ou nichos, as bolsas”, explica a personal organizer Andréa Diniz Procópio de Alvarenga. “Geralmente não há espaço para colocá-las em pé nas prateleiras do guarda-roupa, aí é só guardá-las deitadas, uma dentro da outra. Os sapatos de uso cotidiano têm que estar mais acessíveis, em sapateiras ou no guarda-roupa. Os de uso ocasional podem ser colocados em caixas no maleiro. Mas é essencial que sejam limpos antes e arejados uma vez por semana”, completa. Não é uma solução super prática, mas economiza espaço.

A arquiteta Natalia Zapata, do escritório MZ Arquitetas, fez um projeto em que duas sapateiras giratórias foram posicionadas nos cantos da parede. Elas aproveitam o espaço deixado pela prateleira central. O formato circular multiplicou a possibilidade de disposição de sapatos e facilitou na hora de escolher os modelos. Já o arquiteto Gustavo Calazans aproveitou o móvel do hall de entrada do apartamento como sapateira. “É uma ideia interessante para deixar os sapatos e já pegar o chinelo para entrar em casa. Existem modelos de para situações curinga. São sapateiras estreitas que funcionam em qualquer parede”, explica.

Uma opção para colocar tudo no guarda-roupa é a reforma para ganhar mais espaço. A dica é trocá-lo por uma arara de roupas, colocar os sapatos no chão, embaixo das roupas, e as bolsas, penduradas em ganchos na parede. Mas para fazer isso, segundo Calazans, o perfil do morador tem que ser levado em conta, assim como a decoração da casa. “As bolsas em um gancho fazem parte de um estilo mais despojado. Antes de colocar tudo à mostra, tem que ver se o cliente se sente à vontade com isso. A gente dá a sugestão, mas quem decide se fica bom ou não é ele”, defende. “A ideia é aproveitar qualquer espacinho do armário, até mesmo as laterais ou a parte do fundo do móvel”, afirma Calazans.

Se o armário já está cheio, a sapateira pode ser colocada nos pés da cama, como se fosse uma mesinha de apoio. Outra opção mais barata são as sapateiras para pendurar atrás da porta do banheiro ou do quarto. Ou até embaixo da cama. Existem modelos de tecido com visores de plástico. “Já fiz nichos para guardar sapatos até na parede embaixo da janela. O importante é aproveitar o espaço livre”, acredita Natalia.

Via vida e estilo

Links Patrocinados
Posts relacionados
0

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Termos mais buscados
    • sapateira improvisada

    • organizar bolsas
    • como organizar bolsas
    • organizar sapatos pouco espaço
    • ideias organizar sapatos pouco espaco