Motivos para não escurtar Funk

Vários Motivos para não escurtar Funk

guetto blaster  Motivos para não escurtar Funk

-As letras são totalmentes voltadas a apologia ao sexo, drogas e crimes;

-Letras como “Porque água de bandido é whisk e red bull”, “Créu, créu, créu”, “Solteira sim, sozinha nunca Sou garota melancia E rebolo a minha bunda”, estão presentes no funk, você deixaria sua filha de 10 anos ouvir isto?

-Nos bailes funk’s geralmente acontece cenas de sexo explícito, uso de drogas e encontro dos “manos”, já que geralmente todo bandido escuta funk, você deixaria seu filho de 15 anos ir para um lugar deste?

– As mulheres são totalmente descartadas como se fossem apenas bonecas que só servem para esfregar a bunda na sua cara, dança até o chão, sem nenhum valor moral, como se fossem maquinas de sexo que pode ser jogada no lixo quando não servirem mais. Você que é mulher, se sente assim?

-Todo estilo de musica tem seu lado bom e seu lado ruim, qual é o lado bom do funk? Ele se resume em baixarias, letras pornograficas e “bandidagem”.

-Com tantas musicas legais no nosso Brasil, o sertanejo fala de coisas legais, o pagode fala de coisas legais, o Rock fala de coisas legais, até mesmo o rap fala de coisas não tão legais, mais a maioria expõe a realidade. Qual a realidade do funk? Violencia e sexo?

-Por que os jovens insistem em ouvir esse lixo que chamam de funk, que futuro eles tem? No que o funk influencia eles? Ah crescerem, virarem prostitutas ou traficantes.

-Algumas musicas de funk, crianças de 5 anos cantam, onde esse mundo vai parar? Uma criança dessa idade deveria estar em casa, brincando de carrinho, não usando palavras vulgares de duplo sentido, falando “Late, late, late que eu to passando” ou bancando um de traficante.

Funk não pode ser considerado musica, deve ser considerado lixo, pois não traz nada de bom para ninguem. Se você curte funk daqui um tempo voce vai olhar pra traz e falar “puts, porque eu ouvia aquilo?”.

Já esta na hora das pessoas criarem juízo, crescer a mentalidade e ver que funk não é uma coisa boa.
Xingar as mulheres de cachorra, falar sobre drogas, e roubo não é considerado uma coisa boa.

“Funk não é patrimonio cultural, funk deveria ser crime.”

Via: Doces e Travessuras

loading...

Escreva aqui !

8 Comentários

  • o mc pedrinho um menino de 10 anso ai cantando funk ensinando a rouba falando sobre prostituiçao e tudo mais o brasi devia acaba com o funk o funk n tem nada de bom so fala de porcaraia tenho 11 anos e n concordo cm isso por q esiste funk é lico cultura

  • concordo com o marcio todas as musicas tem sim falas sobre sexo nao é só o funk nao e MINHA OPINIAO tem funk beem legal tipo mc anitta ela nao faz apologia a nada e NAO desvaloriza a mulher , funk é a realidade o mundo esta sim violento o lance é nao escutar os PROIBIDOES

  • O que “Ai´se eu te pego” dá em termos culturais? Músicas sertanejas, pagode (“fui deu pra mim” e outros), forró (“se o pau não levantar eu não posso passar” -esse nem se fala) axé (putz ” vai descendo na bo queuinha da garrafa”) todos tem letras com insinuações pornográficas e Rock que tem vários com insinuações demoníacas e é feito por maconheiros e cheiradores(que compram dos traficantes do funk. Se não tem quem compre, não tem quem venda). Samba também vem do mesmo lugar do funk e mais ainda incita ao sexo. (mulheres peladas ao vivo e bailes de carnaval que rola sexo puro). Hip hop e R&B se prestarem atenção na letra só falam de sexo, gangsters, dinheiro. Até músicas religiosas desses cantores gospel e padres que aparecem na mídia, que vendem cds e fazem shows, que pra mim são cantadas por pessoas mais ipócritas que existem, porque comercializam o nome de Deus. Religião não é feita pra se ganhar dinheiro. Se tem o dom da voz para cantar use-o em sua igreja ou cantando outro tipo de música. Vemos várias vezes padres andando de limousine e evangélicos cobrando para cantar nas igrejas (e caro) a religião virou comércio lucrativo e livre de impostos. Resumindo: quase todos os tipos de música tem seu lado ruim e bom. Eu me considero eclético e não estou nem aí pra letras o que gosto é da música (letra é uma coisa e música é outra) presto atenção é no rítmo e na melodia. Não me venham com esse papo criticando apenas o funk, porque o telhado de vários estilos musicais também é de vidro. 

    • Acho que vc não sabe a diferença entre implícito e explícito. Nesse caso, ao estar implícito, não há a obrigação de ouvir porque nem todos enxergam a maldade quando implícito, mas no caso do funk isso é EXPLÍCITO, ou seja, meu vizinho escuta esse LIXO de funk com o volume no máximo e meu filho fica escutando essas palavras de baixo calão. Agora no caso dos cantores gospel vc deveria ter um pouco mais de empatia (se vc souber o que é isso) e pensar como eles se sustentam? Amigo sinceramente, quem sustenta o sucesso é quem paga. Paga quem quer ter o artista na igreja, se vc não concorda não pague!!!!

  • eu não curto isso ai não !! já a muito tempo que venho prestando atenção nas letras de funk.Gostei desse conteúdo deveria ser divulgado nas redes sociais .isso é pra educar os conceitos de músicas.

  • Gostei muito desse texto relacionado a esse assunto,tambem não vejo nada de bom nisso que chamam de musica.Por vezes tenho vergonha de ser mulher pelos motivos sitados acima no texto.As vezes me pergunto se quem inventou esse lixo teve mae ou e filho de chocadeira.pede pra um infeliz desse citar uma so musica classica e seu autor…Na minha casa enquanto puder esse lixo não entra