Boxeador mexicano morre aos 26 anos, três dias após ser nocauteado

Francisco Leal fica três dias internado em coma, mas não resiste, assista o vídeo

O boxeador mexicano Francisco Leal, de 26 anos, faleceu após ficar três dias em coma depois de lutar no último sábado. O atleta da categoria supergalo foi nocauteado por seu compatriota Raul Hirales, chegou a tentar levantar após dois socos de direita no oitavo round, mas acabou desmaiando e foi levado imediatamente para o hospital, desacordado. assista ao nocaute:

O jovem boxeador também era conhecido como o ”Pequeno Soldado” e tinha 31 combates como profissional, com 20 vitórias, sendo 13 por nocaute. O proprietário da ”Zanfer Promotions”, que organizou o evento de sábado, lamentou a perda e disse que a companhia pretende apoiar a família do atleta.

– Nós sabíamos que Frankie Leal era um bom garoto, grande lutador e guerreiro dentro e fora do ringue. Como companhia, nós assumimos responsabilidade e tentamos salvar sua vida. Agora estamos unidos na dor sentida por sua família e a família do boxe. Vamos tentar ajudar em tudo que for necessário – disse o promotor mexicano Fernando Beltran, ao site da ”Espn” americana.

Francisco Leal completaria 27 anos neste sexta-feira e estava no boxe profissional desde 2005. Em março de 2012, ele já havia sofrido um nocaute brutal após perder para o russo Evgeny Gradovich.. Na ocasião, ele saiu do ringue de maca.

Segundo a imprensa internacional, Francisco Leal, também chamado de ”Frankie”, foi transferido de Cabo de San Lucas, cidade mexicana onde aconteceu o evento, para um hospital em San Diego. O atleta ficou três dias em coma, mas acabou não resistindo e faleceu por conta de lesões no cérebro.

loading...

Escreva aqui !

2 Comentários

  • na verdade o que rola é muita grana,eles não pensam em si,mas sim, no dinheiro,não sou a favor desse esporte,mim desculpe quem gosta, pois gosto,cada um tem o seu,comparo isso como a briga de galo,onde rolam apostas milionárias,onde quem vence, é o melhor,barbaridade! ver um lutador morrer,por dinheiro. tô fora!