Guardiola é despedido do Barcelona

Clube anuncia auxiliar Tito Vilanova como novo técnico. Lionel Messi justifica ausência na coletiva de imprensa em rede social

Messi e Guardiola

A eliminação da Liga dos Campeões da Europa para o Chelsea, terça-feira, foi o prenúncio do fim da era Guardiola no Barcelona. Nesta sexta-feira, o comandante do time culé anunciou em entrevista coletiva que vai deixar o clube após o fim da temporada. Ele afirmou que já havia comunicado à diretoria que deixaria o cargo, mas que preferiu não informar ao elenco da equipe catalã. O auxiliar Tito Vilanova será o novo técnico de Lionel Messi, Xavi & cia.

– Não é uma situação fácil pra mim. Lamento a incerteza que gerei por conta disso. É um erro que assumo. Mas a exigência como treinador é muito grande. Por isso renovava de ano em ano. Quatro anos é uma eternidade como treinador do Barça. No início de dezembro, comuniquei ao presidente e ao Zubizarreta que minha etapa aqui estava acabando. Mas eu não podia dizer isso aos jogadores, pois o treinador é um dos pilares no vestiário… Desgasta tudo, e tem me desgastado. Esta é a principal razão para a minha saída – disse o treinador, visivelmente emocionado, em uma concorrida entrevista coletiva.

O presidente do Barcelona, Sandro Rossell, que abraçou Guardiola durante a coletiva, aproveitou para acabar com as especulações e anunciou Vilanova como o novo treinador. Tudo sob os olhares de alguns jogadores do elenco, entre eles Iniesta, Puyol, Xavi, Fabregas, Piqué, Busquets e Valdes.

– A decisão do Pep foi uma das mais difíceis que tive que aceitar. Por mim, continuaria. Mas é uma decisão pessoal. Eu nunca havia visto uma reação como a de terça no Camp Nou. Isto é o espírito culé. Esperamos continuar administrando da melhor maneira possível. O próximo técnico do Barça será Tito Vilanova. Tito é uma pessoa já do clube e vai diretamente ao encontro do nosso projeto – anunciou Rossell.

Messi não esconde tristeza

Através do facebook, Messi se disse muito triste pela saída de Pep e explicou os motivos de não ter comparecido ao adeus público do treinador. O argentino não estava presente justamente por estar comovido demais.

– Quero agradecer de todo o coração a Pep o muito que deu à minha carreira profissional e pessoal. Devido a essa emotividade que sinto, preferi não estar presente na coletiva de Pep, longe da imprensa, principalmente porque sei que eles buscarão os rostos tristes dos jogadores, e isso é algo que decidi não mostrar – escreveu Messi.

Guardiola aproveitou o encontro com os jornalistas para agradecer publicamente o esforço do elenco nas últimas temporadas.

– Quero agradecer aos jogadores, pelo privilégio de trabalhar com eles. É um prazer ter trabalhado com eles. Eu estou indo embora para poder me recuperar. Vou embora com a sensação de dever cumprido, de ter feito o melhor possível. É um grande clube, com muita força. Obrigado a todos, por tudo – encerrou o treinador.

loading...

Escreva aqui !