Todo sonho de qualquer ator ou atriz é fazer um vilão marcante. E se ele for louco então, é o marco na carreira deles, Os 7 maiores psicopatas da história do cinema na opinião do mataleone estão aqui. Nesse post eu não coloco apenas os mais malvados ou os mais famosos como Darth Vader, e sim, os mais psicopatas, os mais loucos.

7º lugar: Norman Bates (“Psicose”)

Norman Bates

Na obra prima de Hitchcock, “Psycho”, Norman Bates é um personagem que pela primeira vez trouxe ao cinema a figura do serial killer de uma forma tão sêca e fria. Matava todas as meninas bonitas que frequentavam o seu hotel e as matava por ciúmes de sua mãe, que na verdade já estava morta a anos. Foi também um dos filmes com final mais surpreendente, ainda mais para a época. Hitchcock rox sempre!

6º lugar: Max Cady (“Cabo do medo”)

Max Cady

Max Cady ( Robert De Niro) é um assassino que é condenado a prisão por culpa do seu advogado que omite provas. Após 14 anos, ele volta pra se vingar, e volta com tudo! Como estudou as leis na prisão, ele começa um jogo psicológico e dentro da lei com o seu ex-advogado. Inclusive seduz a sua filha (quer coisa pior pra um pai?). O cara era sinistro, e tentava se passar por uma pessoa normal, mas a sua verdadeira face aparece no decorrer do filme. Um dos melhores filmes do Martin Scorsese, show de bola, se não viu ainda pode ver.

5º lugar:  (“Louca Obsessão”)

Annie Wilkes

O filme fala sobre Paul Sheldon, um autor de sucesso, que resolve renovar sua carreira, embora reconhecendo que “Misery”, personagem-título de oito obras, mas resolve finalizar a franquia de Misery, matando a heroína. Mas, ele não contava com o rancor de sua fã n° 1, Annie Wilkes que, após resgatar Paul de um acidente numa nevasca, o recolhe em sua casa. Annie, uma conturbada ex-enfermeira com terríveis antecedentes criminais por matar bebês, acha que sua vida foi salva por Misery, a qual lhe trata como uma amiga.Quando descobre que Paul “matou” Misery para se dedicar ao novo livro, Annie, começa a montar seu show de horror.

4º lugar: John Doe (“Seven”)

John Doe

John Doe é o serial killer. Psicopata até o último fio de cabelo. Só aparece mesmo nos minutos finais do filme. Ele é um louco messiânico profundamente convicto de que seus atos têm um propósito maior. Age com frieza, é astuto, culto, calculista, manipulador. É capaz de tudo, simplesmente tudo, para consumar o propósito que escolheu para sua vida. Ele acha que é o anjo pacificador e escolhe sete castigos que para a sociedade. O final é louco. Ele faz com que o herói do filme se iguale a ele. Mesmo algemado ele consegue que o herói o mate, numa cena marcante na história do cinema.

3º lugar: Anton Chigurh (“No Country For Old Men” ou “Onde os fracos não tem vez”)

Anton Chigurh

Javier Bardem interpreta o assassino Anton Chigurh, o que lhe rendeu o Oscar de melhor ator coadjuvante. Nunca tinha visto uma atuação sequer desse ator e já virei seu fã. Chigurh persegue Llewelyn Moss com o intuito de se apossar de uma maleta contendo dois milhões de dólares encontrada por Moss. O dinheiro era proveniente de um acordo de drogas mal feito, que resultou numa chacina no meio do deserto. Mas a estrela do filme é o psicopata. Desde o cabelo “chanel” esquisitíssimo, até o seu rosto sério (ele não ri nunca e não tem senso de humor). O cabelo foi uma sugestão de Tommy Lee Jones, que consultando fotografias em livros sobre o velho oeste encontrou vários tipos que usavam aquele corte. Chigurh também chama atenção pelo tipo de armas que usa (veja aqui) . Uma 12 com um silenciador enorme e uma arma de ar comprimido que não deixa vestígio de nada. Apenas um buraco enorme. Um dos melhores filmes que vi no ano passado.

2º lugar: Coringa (“The Dark Knight”)

 Coringa ("The Dark Knight")

Antes de ver esse filme, já via em outros sites e fóruns as pessoas comentarem isso ou aquilo dele. O visual não tinha me agradado muito. Na verdade nem queria ver o filme, mas a namorada me “apurrinhou” pra ver e lá fui eu. Resultado: curti muito! Heath Ledger conseguiu superar a insuperável atuação de Jack Nicholson em 1989. Totalmente psicopata. Notei isso na cena em que ele coloca fogo numa montanha de dinheiro. E ele não ganhou o Oscar esse ano por “peninha” de já ter ido embora não. Ele mereceu sim.

1º lugar: Hannibal Lecter (“O Silêncio dos Inocentes”)

Hannibal Lecter

Hannibal Lecter é um personagem que foi imortalizado pelo ator Anthony Hopkins (Vencedor de um Oscar pela sua atuação) no filme “O Silêncio dos Inocentes”. Ele é um louco, inteligentíssimo, muito perigoso, canibal, que precisa ficar isolado e usar uma máscara tipo focinheira de cães quando está fora da cela. No filme, Dr. Lecter é consultado por Clarice Starling, uma estudante da Academia do FBI. Ela lhe solicita ajuda para reconhecimento do assassino em série “Buffalo Bill”, personagem que utiliza a pele das jovens mulheres a quem tira a vida para confeccionar peças de roupa. É nesta etapa que Lecter consegue escapar da prisão numa das cenas mais psicóticas que já vi no cinema. Assista abaixo a cena completa.

7 COMENTÁRIOS

    • Realmente este coringa foi o melhor de todos os tempos, pena o ator que morreu!

  1. Agora estou lendo o livro de Stephen King, Misery, que tem a psicotica Annie Wilkes, queria muito ver o filme depois de ler o livro

  2. Nossa, estou morrendo de vontade de ver esses filmes, mas acho que sou muito medrosa para fazer isso. Bom, quem sabe no futuro..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here