Rinite – Tipos, sintomas, prevenção e tratamentos

Saiba tudo sobre Rinite, os tipos, sintomas, como se prevenir e tratamentos

Rinite   Tipos, sintomas, prevenção e tratamentos  Rinite   Tipos, sintomas, prevenção e tratamentosA rinite é mais comumente definida como uma alergia respiratória. Os tipos mais frequentes são:

  • rinite alérgica: provocada por excesso de poluição, poeira doméstica e mofo
  • rinite irritativa: provocada por agentes externos, poluentes de fábricas ou substâncias tóxicas, como veneno para insetos
  • rinite medicamentosa: provocada pelo uso incorreto de medicamentos no nariz sem orientação médica
  • rinite vasomotora: provocada também pela poluição, quem sofre desse tipo de rinite apresenta os sintomas em situações estressantes

Existem outros tipos menos comuns de rinite, como rinite da gestante, do idoso, do esportista e gustativa.

Raramente as rinites são infecciosas, virais ou bacterianas. Normalmente se apresentam como alergias e não são contagiosas.

Os principais sintomas dessa alergia são: espirros, coriza, obstrução nasal, tosse, olhos, nariz e garganta avermelhados e chiado no peito.

A melhor forma de tratar qualquer tipo de rinite é a prevenção. Evite contato com as substâncias que desencadeiam as crises. Para diminuir a poeira doméstica, basta seguir algumas recomendações:

  • Reduza ao mínimo os objetos acumuladores de poeira
  • Dê preferência para cortinas leves e tapetes finos que possam ser lavados regularmente
  • Carpetes são péssimos para quem sofre de rinite, faça sempre questão de pisos lisos em toda a casa
  • Passe diariamente um pano úmido nos móveis e no chão
  • Deixe as janelas sempre abertas para arejar e permitir a entrada dos raios solares durante a maior parte do dia
  • Dê especial atenção para o quarto: cobertores, travesseiros e bichos de pelúcia são perfeitos para acumular ácaros; lave-os regularmente e deixe-os ao sol pelo menos uma vez por semana

Nos casos em que a simples prevenção não surte efeitos, um médico poderá receitar o uso de anti-alérgicos, como corticóides ou anti-histamínicos. É fundamental consultar um profissional da saúde antes de usar qualquer tipo de medicamento, pois o uso inadequado de substâncias medicamentosas pode até mesmo agravar os sintomas.

Para mais informações, entre em contato com o CORA:

Centro de Orientação em Rinite Alérgica – CORA
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP)
Avenida Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 255 – Sala 6002
Cep 05403-000 – São Paulo (SP)

loading...

Escreva aqui !

Comentário