IE 10 é o primeiro navegador a ter “DNT” ativado como padrão

Após três meses da versão prévia para o consumidor, a empresa estava pronta paralançar um versão de pré-lançamento do Windows 8 versão final.

IE 10  IE 10 é o primeiro navegador a ter DNT ativado como padrãoCom todos os holofotes direcionado para o Windows 8 RP, a mídia deixou escapara um fato de suma importância. O fato de que o Navegado que companha o Windows 8  será o primeiro navegador a ter “Não rastrear” ativada como padrão.

O fato pode soar interessante para nós consumidores, porém, a ferramenta é de enorme valia para a indústria da publicidade e esta não parece nada satisfeita com tal anúncio.

Segundo o jornal Wall Street, a Aliança Digital Advertising (da qual a Microsoft é membro) afirma que a decisão da Microsoft de enviar IE 10 com DNT(Do Not Track) ativado como padrão, é contraditório ao que a Aliança acordou com a Casa Branca em fevereiro.

WSJ relata que a indústria concordou em honrar “não rastrear”, enquanto não seja uma configuração padrão. Stu Ingis, conselheiro-geral do Ad group, disse que a decisão da Microsoft e destacou a posição do grupo em apoiar a escolha do consumidor, em oposição à escolha da empresa do navegador.

DNT, para aqueles que não estão familiarizados com a idéia, é uma evolução normal, voluntário (ou devo dizer um conjunto de não-padrões?) pelo qual os usuários podem optar por mecanismos de rastreamento baseados na web através de uma configuração do navegador.

Não parece haver um consenso fundamental sobre como fazer isso melhor. O Firefox, por exemplo, exige que o site que você está visitando apoie e respeite o DNT enquanto o Chrome implementa-o apenas através de uma extensão que impede que os cookies sejam persistentes.

Internet Explorer, por outro lado, usa uma abordagem voluntária como a da Mozilla, mas completa com uma lista apurada de proteção DNT que bloqueia sites não confiáveis, que não honram a DNT

Por outro lado das coisas, o Chief Privacy Officer da MicrosoftBrendan Lynch, falou sobre a decisão do ultimo dia 31 e descreveu-na como parte do esforço daMicrosoft para reforçar a confiança e privacidade on-line do consumidor.

“A decisão de hoje é porque acreditamos em colocar o consumidor primeiro lugar. Acreditamos que os consumidores devem ter mais controle sobre como informações e seu comportamento online estão sendo monitorados, compartilhados e utilizados”.

“A publicidade online é uma parte importante da economia de apoio aos editores e proprietários de conteúdo e ajudando empresas de todos os tamanhos e seguimentos cheguem ao mercado. Há também o valor para os consumidores em experiências personalizadas e recebimento de publicidade que é relevante para eles”.

Fonte: Criminalcafe
loading...

Escreva aqui !