Marlene Matos faz revelações sobre Xuxa

Marlene Matos fala sobre Xuxa Meneghel

Marlene MatosQuatro anos e cinco meses depois de sair da Band, seu último emprego em uma TV nacional, Marlene Mattos resolveu falar abertamente sobre tudo. A conversa com a diretora que ficou nacionalmente conhecida por transformar Xuxa Meneghel em um fenômeno aconteceu em um canteiro de obras no Clube Ginástico Português, na Barra. Lá, Marlene comanda a reforma do espaço que arrendou para abrigar duas casas de festas e a escola de futebol de Ronaldinho Gaúcho.

Depois da minha avó, Xuxa foi a pessoa que eu mais amei’

Depois de uma negociação de meses, Marlene só aceitou falar após confirmar sua volta à televisão. Ela será a diretora de um programa com Netinho de Paula no SBT. Muito simpática e afetuosa, ela admitiu que foi rude no passado, revelou ter problemas financeiros e, lógico, falou de Xuxa e Sasha, sua afilhada. Hoje, a Rainha dos Baixinhos completa 46 anos.

Você já assinou contrato?
Não, por causa de um documento mas está tudo certo. Vou dirigir o Netinho.

Como é a sensação de voltar à TV?
É muito boa… Escutei ontem no SBT mais de trinta pessoas me dizendo “seja bem vinda”. Desde o Stoliar (Guilherme, superintendente comercial do SBT) à filha do Silvio Santos… Eu pensei: “Eu fiz um bom trabalho na TV”. Eu olho para trás e vejo que deixei uma herança.

Como vai ser o programa?

Vai ser aos sábados, terá três horas de duração e, óbvio, terá aquele quadro “Um dia de princesa”. A previsão é que estreie na segunda quinzena de maio.

Os concorrentes são fortes, Luciano Huck (Globo) e Rodrigo Faro (Record)…

É uma briga boa… O Luciano é meu amigo, ele melhorou muito dos primeiros programas para hoje. Ele está humanizado. Quando ele veio de São Paulo, ele tinha imagem de “maurício”, paulista, rico… Hoje, ele se importa com as pessoas. Você sente na forma dele abraçar que não é artificial.

Você tem amigos?

Neste tempo todo, eu descobri que, mesmo com aquele ar de durona, o que eu sei fazer melhor é amigos. Aquele bando de gente que me cercava, eu sabia o que eles queriam… Nesse tempo, eu fiz algumas besteiras, perdi dinheiro, fiquei em situação difícil, de dificuldade financeira… Fiquei mesmo! E falei com alguns amigos, e eles nem me perguntaram como eu iria pagar. Amigo que mandou o dinheiro em pacote, botou na conta….

Como você perdeu dinheiro?

Eu sou uma pessoa que sei ganhar dinheiro para os outros, mas não fui de ganhar dinheiro para mim. Eu tinha um apartamento, um sítio e uma fazenda. Eu vendi meu sítio e meu apartamento, só tenho minha fazenda, mas eu vou vender também.

Você mora de aluguel?

Moro.

Qual foi o pior período de dificuldade financeira?

Eu tenho pavio curto. Não gosto de ser usada. Fui para a Band como uma aposta minha. Eu gosto de me aventurar. Eu tinha contrato de dois anos, mas eu vi, a certa altura, que eu não estava feliz.

E o seu salário no SBT?

É bom…

Tem dinheiro seu aqui neste empreendimento?

Tem dinheiro dos meus dois sócios.

Você está organizada financeiramente?

Eu diria para você que o que devo tenho como pagar.

Você deve?
Claro! Mas tenho como pagar, vou vender minha fazenda… E as pessoas a quem devo sabem que eu
vou pagar.

Ah, são pessoas, não são instituições financeiras?
Tem um banquinho aqui, outro ali, eu negocio….

As pessoas imaginam que você saiu da separação com a Xuxa cheia de dinheiro.
Eu era diretora, eu tinha um salário da Globo. Não quero culpar ninguém. Eu tomei as decisões e tenho que assumir as consequências.

Você não era funcionária da Xuxa?
Não, eu ganhava uma participação…

Você saiu com tudo o que tinha direito?
A Xuxa não me deve nada nem nunca deveu. Te respondi à pergunta?

Você se arrepende de ter saído da Globo?
Eu queria ter mais cinco minutos para decidir de novo.

Você é pavio curto?

É. Não gosto das pessoas que acham que eu não sou capaz de fazer alguma coisa que eu sei que faço bem.

A Marlene de hoje é diferente da Marlene da época da Xuxa?

Eu sou mais tolerante.

Muita gente tinha medo de se aproximar de você.

Quem tem medo de mim é porque não confia em si mesmo. Eu não tenho medo de ninguém.

Você nunca foi de meias palavras
Não mesmo! Não é não!

Você disse mais “nãos” na sua vida?
Acho que não.

As pessoas quando te veem na rua não falam da Xuxa?
Não.

A sua imagem não está ainda associada à Xuxa?

Será?

Marlene, você criou a Xuxa!
Nós nos criamos. Nós criamos um trabalho. Foi um bom “case”, o que quer dizer, foi tudo criado. A gente teve muita sorte.

Como você avalia o programa da Xuxa?
Eu não vou avaliar uma coisa que eu não faço.

Mas você avaliou o programa do Luciano.

Mas eu vejo o Luciano, a Xuxa, eu não vejo.

Nunca viu?
Já vi uma vez, mas não vi com olhar crítico. Então, não posso avaliar.

A Xuxa fala melhor para a criança ou para o jovem?

Eu não quero opinar sobre a Xuxa.

Mas essa não foi uma das razões da separação de vocês?

Uma das causas da nossa discussão é que a Xuxa só queria trabalhar para criança. Ela era dona da mão de obra dela. A artista era ela. Nós não tínhamos que trabalhar mais juntas.

Você olha hoje e diz: você estava certa?

Se ela estiver feliz, ela está certa.

E você acha que ela está feliz?

Não sei.

Você é madrinha da Sasha. Você tem contato?
Não.

Qual foi a última vez?
Faz bastante tempo.

Você sente falta?

( 5 segundos de silêncio) Acho que é uma boa pergunta. (Mais silêncio). Como a Sasha é pública, eu acompanho a vida dela na “Caras”… Mas isso é uma resposta cretina que eu estou dando. É… Hoje, eu diria para você: eu me acostumei a não ter contato com a Sasha. Eu não tenho contato com a mãe dela. Ela tem que ser a melhor amiga da mãe dela. Outro dia eu vi uma entrevista dela e achei bem legal, com 10 anos ela me pareceu bem adulta. Eu espero que elas sejam as melhores amigas. Eu sei como a Xuxa queria tê-la.

Soube que você mandou um cachorro para Xuxa e ela devolveu. É verdade?
Não foi devolvido. Não sei se ficaram com o cachorro. Se você me perguntar se a Xuxa seria capaz de fazer isso, eu diria que não. Você soube que ela me devolveu?

Eu ouvi dizer… Vocês tiveram uma relação. Depois de um tempo separadas, a mágoa entre vocês parece não ter passado.
Eu diria para você que Xuxa não tem nada para me perdoar. Eu não tenho que perdoar a Xuxa por nada. As coisas têm início e fim. Elas acabam e acabou.

Você gostaria de vê-la em um horário mais nobre?
As pessoas têm que ser responsáveis por suas escolhas.

Mas você não fica feliz em vê-la fora do ar muito tempo.
Isso não quer dizer nada para mim. A Xuxa foi a minha melhor amiga do meu passado. Depois da minha
avó, a Xuxa foi a pessoa que eu mais amei na vida. Mas ela está no passado.

Mas isso não é triste?

Mas é vida que segue.

Você se arrepende de quê?

Me arrependo de não ter trazido um sobrinho meu do Maranhão para estudar no Rio. Ah, e me arrependo de ter perdido a linha algumas vezes.

Eu já vi você gritar com a Xuxa por causa de um chiclete que ela mascava. Você gritava com pessoas que o Brasil idolatra.
O Brasil idolatra porque não conhece essas pessoas de perto, mascando chiclete…

Você gritava no estúdio. Não podia ser no ponto?
Ela não usava ponto. Mas antes de chamar a atenção eu pedia na educação, mas ela insistia.

Você pegou pesado com algumas pessoas?
Algumas broncas não foram desnecessárias, mas exageradas. Hoje, sou mais tolerante porque tenho mais tempo. Nunca tive vergonha de pedir desculpas.

Extra

loading...

Escreva aqui !

29 Comentários