Após 30 anos, Xuxa deixa Globo e fecha com Record

Xuxa é a maior contratação da história recente da Record

A apresentadora Xuxa Meneghel, 51 anos, decidiu fechar contrato com a Record. Ela vinha negociando um contrato com a direção da emissora havia pelo menos um ano — desde que foi afastada do vídeo na Globo. O colunista Flávio Ricco apontou que as conversas estavam adiantadas em novembro de 2014.

As cláusulas do contrato foram acertadas na última segunda-feira (2) à noite entre a direção da Record, Xuxa (diretamente de Miami, nos EUA) e seus advogados. A assinatura deve ocorrer na próxima semana. É a segunda grande contratação da Record nos últimos anos. Em 2009, a emissora também contratou Gugu Liberato.

Xuxa deixa Globo e fecha com Record  Após 30 anos, Xuxa deixa Globo e fecha com Record

Conforme esta coluna antecipou, o contrato de Xuxa na Globo tinha validade até 2017, mas continha várias liberdades, como o não pagamento de multa em caso de rescisão de uma parte ou de outra. O contrato tem duração de três anos.

Não foram revelados valores da negociação, mas certamente está entre as mais caras contratações da história da TV brasileira. Especula-se que Xuxa vá receber R$ 1 milhão de salário e mais participação em merchandisings e faturamento comercial de seus programas..

Só o novo salário seria ao menos cinco vezes o que Xuxa supostamente recebia na Globo, cerca de R$ 200 mil (fora do ar)

Na Record, Xuxa deve ter dois programas. Um diário, provavelmente exibido nas noites, e outro semanal.

Trata-se da maior contratação também da gestão de Marcelo Silva, que substitui Honorilton Gonçalves na vice-presidência artística da casa.

Para fechar contrato, Xuxa teve de esquecer o passado. Ela já acionou judicialmente a Igreja Universal (e venceu) porque um veículo da igreja a chamou de “satanista”.

Globo
Na Globo, Xuxa estava na “geladeira” havia mais de um ano. A emissora dos Marinho, aparentemente, não tinha mais espaço para ela, que foi uma das principais e mais rentáveis estrelas da casa por quase 30 anos.

Depois que soube que a Record estava interessada em seu passe, a Globo até teria reiniciado conversas com a apresentadora, mas a falta absoluta de espaço em sua grade de programação fez com que as novas tratativas fracassassem.

Pensando nas principais contratações feitas pela Record nos últimos dez anos, o acerto com Xuxa é, de longe, o mais importante.

A Record contratou vários artistas e jornalistas da Globo nesta última década, mas nenhum com o peso de Xuxa – um nome que fez história na TV brasileira. Ana Paula Padrão também foi uma estrela na emissora carioca, mas passou primeiro pelo SBT antes de chegar à Record (em 2009).

O único nome que se compara ao da ex-rainha dos baixinhos seria o de Gugu Liberato (2009). Chegou a ser apontado como um possível sucessor de Silvio Santos, mas já não tinha mais tanto prestígio quando deixou o SBT. Para piorar, fracassou em sua primeira temporada na Record, encerrada em 2013 – está de volta este ano, com um novo contrato.

Outras duas contratações importantes recentes, as de Sabrina Sato (2013) e Cesar Filho (2014), não têm o peso simbólico que carrega o nome de Xuxa. A primeira, apesar do carisma, ainda tem muita estrada para percorrer. O segundo, em que pese a experiência e a versatilidade, não pode ser comparado, em termos de prestígio, a Xuxa.

A nova contratação vai dar certo na Record? Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Há vários aspectos a considerar e outros a imaginar. Prefiro não palpitar por ora. Seria chute. Mas não tenho dúvidas que foi uma grande contratação.

loading...

Escreva aqui !