Como sobreviver a um ataque de Pit Bull

Aprenda a sobreviver a um ataque de Pit Bull

O intuito desse post não é discutir se o pitbull é ou não um animal assassino ou se seu temperamento depende de um dono irresponsável, e sim a forma de se proteger em caso de um ataque, que todos sabemos, que pode ser mortal.

O American Pit Bull e seus parentes tinham uma reputação de cães leais e confiáveis durante as primeiras décadas do século passado. Nos últimos anos, contudo, essa imagem mudou. Seus membros têm sido considerados como extremamente violentos, assassinos de crianças, e “merecedores” de banimento em alguns países. A raça é uma das quatro mencionadas especificamente na Lei de Cães Perigosos de 1991, no Reino Unido. As outras três raças mencionadas são o Fila brasileiro, o Tosa japonês e o Dogo argentino.

Assim como há criminosos criando Pit Bulls para brigas e para amedrontar pedestres nas ruas, há também criadores sérios e éticos de APBT. Para piorar as coisas, os maus criadores muitas vezes deixam de treinar seus cães para não agredirem humanos, como os criadores do início do século passado faziam. Pelo contrário, treinam os cães para serem o mais violentos possíveis.
Como resultado, o termo Pit bull é hoje pejorativo e instiga medo em muitas pessoas.

O preconceito gera lendas urbanas como a de que suas mandíbulas têm a forma de um alicate, que se trancam sob a carne de suas vítimas, exercendo 10 toneladas de pressão, e não poderiam ser abertas a menos que o cão tivesse a cabeça arrancada, que sua caixa craniana é menor que seu cérebro, fazendo com que ele tenha muitas dores de cabeça e ataque até seus donos(a mesma lenda que foi usada na época dos Dobermann, porém, alguns ainda acreditam nela), ou que é um cão criado em laboratório, com uma substância injetada para ficar louco e agressivo.

Ao ver um pit bull solto e sem focinheira

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Evite o olho no olho. O animal encara isso como um confronto e pode atacar. Não faça movimentos bruscos ou qualquer coisa que chame a atenção dele.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Finja estar numa boa, mas passe longe do animal. Se tiver de passar por ele, procure um caminho mais distante, do outro lado da calçada, por exemplo.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Não fuja. Embora esse seja o primeiro reflexo, não funciona. O pit bull é mais ágil que você e pula alto. Portanto, nada de escalar a árvore mais próxima.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Cruze os braços na frente do peito para proteger o pescoço, parte mais visada num ataque, e o tronco, onde estão órgãos vitais. Se ele morder só a sua mão, é lucro.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Não tente bater no animal. Pit bulls foram criados para briga, e uma de suas características é a alta resistência à dor. Bater nele não vai feri-lo nem afastá-lo, mas talvez o deixe mais irritado.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Mantenha-se em pé e grite por ajuda. Cair no chão é perigoso, porque sua cabeça fica mais vulnerável ao ataque. E você vai precisar de ajuda para se livrar da mordida.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Não deixe a pessoa que for ajudá-lo puxar o animal pelo rabo ou qualquer outra parte do corpo. O máximo que ela pode conseguir é ser atacada também. O que não o ajuda em nada.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Se alguém chegar para ajudá-lo, peça que procure alguma substância irritante para jogar na cara do bicho, para assustá-lo. Um extintor de incêndio, álcool, gasolina ou até mesmo água fria.

Como sobreviver a um ataque de pit bull

Se você tiver sangue-frio e pouco a perder, pode tentar enfiar os dedos nos olhos do cão. A área é sensível e o susto será suficiente para afastá-lo. Mas cuidado: se não for certeiro, ele pode abrir a boca e lhe dar outra mordida.

Mantenha seu cão sempre firme na coleira e de focinheira. Por mais dócil que o seu pet seja, ele é muito forte, e qualquer ataque pode ser fatal, especialmente no caso de crianças e idosos.

Fonte: Mauro Lantzman e Alexandre Rossi, adestradores e consultores de comportamento animal.

Links Patrocinados
Posts relacionados
10
  1. Eu tenho shitzu e ele é muito fofo, nem late.

  2. É realmente impressionante como as pessoas teimam em qualificar cães de origens tão distintas, todos como “Pit Bulls”. Até entre os verdadeiros Bulls existem distinções que diferem absurdamente em torno da agressividade possível desses animais.
    Eu, particularmente posso falar respaldado num histórico de mais de uma dezena de animais que já passaram pelas minhas mãos.
    Sou criador da raça “Dogo Argentino” , hoje tenho cerca de 20 animais com um padrão claro da raça, que não é o da agressividade e sim o da Fidelidade e AMIZADE com todas pessoas que moram na minha casa.
    Quando perdi o mais velho de todos, a dor foi muito intensa, não só para mim, mas para todas as pessoas que o conheciam e até os dias de hoje, mais de dois anos de sua morte, ainda tem um buraco enorme em nossas vidas pela falta que ele faz.
    Não posso permitir que coloquem esta raça que crio com tanto orgulho de ser a melhor que conheço, num ranking de marginais e monstros.
    Claro que não serei hipócrita de afirmar santidade num ser que se presta a defender incondicionalmente, pois as ações deles é que trazem a proteção que esperamos, sendo que são seres territoriais e com raríssimas exceções atacam fora de seus lares e de áreas específicas.
    Já fiz inúmeras apresentações em feiras e exposições com meus cães inclusive mostrando a aptidão da convivência desta raça com crianças e até com “especiais” e nunca tive um único incidente que me fizesse pensar de outra forma.
    O que se vê mundo a fora é a irresponsabilidade dos proprietários e condutores de cães levando as pessoas a acreditar que alguns pobres, sofridos e muitas vezes traumatizados cães passem a imagem generalizada de monstros.
    Um conselho que dou a todos que possuem cães, independente da raça, é que invista algumas horas de um bom adestramento, pois o respeito e a submissão ficam muito mais claros ao animal.
    Depois farei novos comentários, pois ainda tenho muito a acrescentar a essa discussão.

  3. Elias:seu filho da puta o pit Bull e um cão docio depende de seu criador.vc que deveria ser expulso da face da terra .ta falado.

  4. Escurta aki elias isso que me deixa puto vc e muitas outras pessoas ficam ai falando mal do pit bull dizendo que ele deveria ser expulsso da face da terra,mais a unica raça que merece isso somos nois os humanos que tranformamos criaturas inocentes em assassinos frios, eu crio dois pit bull a quatro anoa e ele nunca nen rosno pra min nen pra ninguem.

  5. eu vo pegar um filhote de pit bull como lidar com ele vem ter pobrema nem um e como fazer ele lidar com qual quer lugar

  6. Tenho uma Pit Bull fêmea em casa e ela é um amor. Criada com dois outros cães, uma Podlle e um SRD, ela nunca deu trabalho, se dá muito bem com pessoas. Quem me dá trabalho é a Podlle, que é muito territorial e acaba sendo agressiva com quem entre no meu quintal. Quando saí, a Pit Bull, quer brincar com todos e se dá muito bem com crianças e outros animais na rua. Acredito que questão de ser agressivo ou não vai muito do temperamento do animal (independente da raça) e da criação/treinamento que ele recebe.

    ***As dicas para se proteger de um ataque são muito boas.

  7. E muito difícil comentar pois sou criador. Mais tento ser responsável com essa atitude, pois não privo ele do contato com a minha família,tento deixar ele normal como um cachorro mais confesso tenho medo de perde o controle pelo extinto dele.Ele e um cachorro atleta você deve usar essa energia,pois se não ele usa contra você.

  8. essa raca de cão tem que ser levadas as altoridades competentes si e que a vida humana tem protecão da lei e estar em primeiro lugar acho que vi algo na costituicão não entendo por que o caso não e resolvido nossa contituicão existe vamos presionar pense em voce e seus filhos voce e seus filhos estão a cima dessa raça de cão louco criados por pisicopatas para matar seus propios netos sacrifique esse assasino mortal o ele le secrificarar o pior seus filhos ou os filhos dos outros assiti 10 videos de ataque de pit bull 3 sobreviverão 7 morerão os que sobreviverão paresen uma mumia ou bem dizendo umis mostros asesi ataque de pit bull e boa sorte voce vai me enteder deiche seu cometarios

    • O Elias… antes de vc abrir essa lata de lixo q vc conhece como boca para falar mal de uma raça extremamente fiel e amiga, aprenda primeiro a falar a língua do seu país! Vc acha mesmo q uma pessoa q escreve “altoridades “, “costituicão ” tem crédito para opinar sobre um assunto dessa extensão? ME AJUDA TÁ???!!!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Termos mais buscados
    • ataques de pitbul
    • ataques de pit bull
    • ataque de pit bull
    • ataque de pitbull

    • ataques de pitbull